domingo, 26 de julho de 2015

Sant'Ana e São Joaquim, pais de Nossa Senhora

Com alegria celebramos hoje a memória dos pais de Nossa Senhora: São Joaquim e Sant’Ana. Em hebraico, Ana exprime “graça” e Joaquim equivale a “Javé prepara ou fortalece”.


Alguns escritos apócrifos narram a respeito da vida destes que foram os primeiros educadores da Virgem Santíssima. Também os Santos Padres e a Tradição testemunham que São Joaquim e Sant’Ana correspondem aos pais de Nossa Senhora. Sant’Ana teria nascido em Belém. São Joaquim na Galileia. Ambos eram estéreis. Mas, apesar de enfrentarem esta dificuldade, viviam uma vida de fé e de temor a Deus.

O Senhor então os abençoou com o nascimento da Virgem Maria e, também segundo uma antiga tradição, São Joaquim e Sant’Ana já eram de idade avançada quando receberam esta graça. A menina Maria foi levada mais tarde pelos pais Joaquim e Ana para o Templo, onde foi educada, ficando aí até ao tempo do noivado com São José.

A data do nascimento e morte de ambos não possuímos, mas sabemos que vivem no coração da Igreja e nesta são cultuados desde o século VI. São Joaquim e Sant’Ana, rogai por nós!

Santo do Dia - Canção Nova / Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant'Ana - http://matrizdesantana.blogspot.com.br/

sábado, 25 de julho de 2015

Os “Cantores de Deus” se apresentam neste domingo (26), no Pátio de Eventos João Salvino Barbosa, encerrando a Festa da Excelsa Padroeira de Bom Jardim

De volta a Pernambuco, três das grandes vozes da música católica nacional estarão em Bom Jardim, encerrando a Festa da Excelsa Padroeira Sant’Ana

O município de Bom Jardim, no Agreste pernambucano, está vivenciando os louvores em honra de sua excelsa padroeira, a Senhora Sant’Ana, com novena, missas e procissões, no período de 17 a 26 de julho do ano em curso.


Os tradicionais festejos são realizados há mais de dois séculos, reunindo fiéis da localidade e de toda região, para render louvores a Deus por intermédio dos avós terrenos de Jesus, Sant’Ana e São Joaquim.

Com o tema “A Vocação e a Missão da Família na Igreja, no Mundo Contemporâneo”, o novenário terá conclusão neste domingo (26), com Missa Solene na Igreja Matriz de Sant'Ana às 09h00, segunda Missa às 16h00 (seguida de procissão percorrendo as principais ruas da cidade) e show com o grupo “Cantores de Deus”, às 20h00, no Pátio de Eventos João Salvino Barbosa.

Os “Cantores de Deus”, grupo católico formado por Andréia Zanardi, Dalva Tenório e Karla Fioravante, colecionam apresentações por todo o Brasil e exterior, tendo 18 anos de história, 9 CDs gravados, 1 DVD ao vivo, 2 prêmios como melhor grupo vocal católico no “Troféu Louvemos o Senhor” (TV Século 21), melhor DVD de 2011 do seguimento e indicação ao Grammy Latino como melhor álbum cristão (CD Mulheres - Ao Vivo).

Com uma história sólida na música católica, o grupo retornará a Pernambuco, precisamente no município de Bom Jardim (a 110 km do Recife), para a alegria dos fãs de todo o Nordeste.

Por Bruno Araújo / Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant’Ana – http://matrizdesantana.blogspot.com.br/

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Evangelho Dominical: A multiplicação dos pães

Depois disso, Jesus foi para o outro lado do mar da Galileia, ou seja, de Tiberíades. Uma grande multidão o seguia, vendo os sinais que ele fazia a favor dos doentes. Jesus subiu a montanha e sentou-se lá com os seus discípulos. Estava próxima a Páscoa, a festa dos judeus. Levantando os olhos e vendo uma grande multidão que vinha a ele, Jesus disse a Filipe: “Onde vamos comprar pão para que estes possam comer?”. Disse isso para testar Filipe, pois ele sabia muito bem o que ia fazer. Filipe respondeu: “Nem duzentos denários de pão bastariam para dar um pouquinho a cada um”. Um dos discípulos, André, irmão de Simão Pedro, disse: “Está aqui um menino com cinco pães de cevada e dois peixes. Mas, que é isso para tanta gente?”. Jesus disse: “Fazei as pessoas sentar-se”. Naquele lugar havia muita relva, e lá se sentaram os homens em número de aproximadamente cinco mil. Jesus tomou os pães, deu graças e distribuiu aos que estavam sentados, tanto quanto queriam. E fez o mesmo com os peixes. Depois que se fartaram, disse aos discípulos: “Juntai os pedaços que sobraram, para que nada se perca!”. Eles juntaram e encheram doze cestos, com os pedaços que sobraram dos cinco pães de cevada que comeram. À vista do sinal que Jesus tinha realizado, as pessoas exclamavam: “Este é verdadeiramente o profeta, aquele que deve vir ao mundo”. Quando Jesus percebeu que queriam levá-lo para proclamá-lo rei, novamente se retirou sozinho para a montanha. Jo 6,1-15

Jesus é atento às necessidades da multidão

O relato da multiplicação dos pães precede o longo discurso do “pão da vida” (Jo 6,35-58). Encontramos esse relato também na tradição sinótica (Mt 14,13-21; Mc 6,30-44; Lc 9,10-17). A multidão é atraída a Jesus pelos sinais que realiza em favor dos doentes. Para o evangelista, o que Jesus pratica em favor dos enfermos é “sinal”, mas a multidão não se dá conta disso. Basta nos remetermos à crítica que Jesus faz aos que o procuram, depois do acontecimento dos pães (cf. Jo 6,26). Por sua própria natureza o sinal é ambíguo; precisa ser compreendido e discernido para que remeta a pessoa à realidade para a qual ele aponta. Os sinais que Jesus realiza fazem os que creem entrar no mistério de Deus e do seu desígnio de salvação. A evocação da Páscoa dos judeus (v. 4) é importante, uma vez que ela nos faz ler e compreender o relato à luz da Páscoa de Jesus Cristo, em que Deus selou uma Aliança definitiva com o seu povo. Jesus é atento às necessidades da multidão que vem a ele, por isso, toma a iniciativa de perguntar a Filipe onde comprar pães para alimentá-la (vv. 5-6). Para Filipe não há saída, pois seria necessária uma quantia significativa de dinheiro para que cada um comesse ao menos um pouco. Intervém outro discípulo, André, dizendo que há um menino com cinco pães e dois peixes. Mas ele mesmo se encarrega de observar que isso não é nada para tanta gente. Contudo, Jesus toma a iniciativa: depois de fazer com que se assentassem na relva, ele dá graças e distribui os pães de cevada e os peixes, até ficarem saciados. Sobraram doze cestos, o que mostra a importância do sinal realizado por Jesus. Ele manifesta o seu amor para conosco dando-nos a abundância da sua graça. Diante do acontecido, a multidão exclama que Jesus é o profeta prometido. Jesus se distancia da multidão porque querem pegá-lo para fazê-lo rei, e recusa-se a identificar o seu messianismo com um projeto puramente humano e político. Trata-se de uma verdadeira tentação à qual o Senhor não cede. Lido à luz da Páscoa do Senhor, o relato põe implicitamente para o leitor outra questão: Qual é o verdadeiro alimento do povo que o Cristo atrai e reúne? A resposta será exaustivamente explicitada no longo discurso do pão da vida.

Pe. Carlos Alberto Contieri - Paulinas / Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant'Ana - http://matrizdesantana.blogspot.com.br/

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Cantores de Deus: Conheça a trajetória musical do grupo católico, conhecido em todo o Brasil, que encerrará a Festa da Excelsa Padroeira Sant’Ana

São 18 anos de história, 9 CDs gravados, 1 DVD ao vivo e centenas de viagens por todo o Brasil e fora!


O grupo Cantores de Deus nasceu do desejo do Pe. Zezinho, scj, de criar um grupo vocal que o acompanhasse em suas viagens. O grupo inicialmente era integrado por Luan, Vanessa, Suely Ferreira, Dalva Tenório e Karla Fioravante. Com essa formação o grupo gravou os CDs Em verso e em canção (1997), En verso y en Canción (1998), Iguais (2000) e De olho no mundo (2002). No ano de 2003, Luan e Vanessa mudaram-se para os EUA, deixando de integrar o grupo. No mesmo ano, entrou o Robson Jr, e em 2004, com a saída de Suely, veio a somar ao grupo a Andréia Zanardi. Com a nova formação, o grupo gravou o CD Nas ruas do país (2004).

Durante o ano de 2000 a 2002, o grupo apresentou o programa de TV Palavras que não passam na Rede Vida de Televisão, Juntamente com o Pe. Zezinho, scj. Pouco tempo depois o CDD ganhou seu próprio programa de TV, o Universo em Canção, também exibido pela Rede Vida.

Com o lançamento do CD “Nas ruas do país” na nova formação, agora com Karla Fioravante, Dalva Tenório, Andréia Zanardi e Robson Jr, o grupo recebe de sua gravadora, Paulinas Comep, o disco de ouro duplo, pela vendagem dos CDs: Em verso e em canção e Iguais. Em dezembro de 2006, Robson Jr. vem a falecer, e então, mesmo com tantas mudanças, o grupo Cantores de Deus decide continuar. Em 2007, em comemoração aos 10 anos de evangelização do grupo, é lançado o CD Nossa História que conta com a participação dos ex-integrantes e regravações de músicas desde o primeiro CD com novos arranjos e uma nova roupagem. Neste mesmo ano, o grupo participa da visita do Papa Bento XVI ao Brasil, bem como a missa de canonização de Frei Galvão.

Em Agosto de 2009, lança o CD Mulheres, o sétimo da carreira, retratando a nova fase do grupo com as três integrantes: Karla, Dalva e Andréia.

Em Dezembro de 2011, é lançado o DVD Mulheres ao vivo, que firma a nova identidade do grupo e no início de 2012, o CD Mulheres ao vivo.

O DVD Mulheres tem uma seleção de músicas que marcaram os 15 anos de história do grupo, além de duas canções inéditas. Participaram desse momento os amigos da música católica: Pe Zezinho,scj, Ziza Fernandes, Suely Façanha, Walmir Alencar, Eliana Ribeiro além de Oswaldinho do Acordeon.

Além de dois prêmios como melhor grupo vocal católico no “Troféu Louvemos o Senhor” realizado pela TV Século 21, em 2012 o Grupo Cantores de Deus recebe o troféu como melhor DVD de 2011 e também a indicação ao Grammy Latino como melhor álbum cristão, com o CD Mulheres ao vivo.

Em 2011 o grupo teve a honra de participar da JMJ em Madrid com o Papa Bento XVI e em 2013, no Rio de Janeiro com o Papa Francisco.

Com uma história sólida na música católica, em 2015 lança o CD inédito intitulado Mulheres em foco, força e fé.

Os Cantores de Deus continuam fazendo história e firmes no desejo de transformar corações pela música que evangeliza. Que essa canção alcance cada dia mais!

Cantores de Deus / Pastoral da Comunicação da Paróquia de Sant'Ana - http://matrizdesantana.blogspot.com.br/